A Depressão pode se manifestar como Depressão Unipolar, ou seja, pessoas que sofrem de humor depressivo; ou a do tipo Bipolar, em que as pessoas têm alterações de humor para cima. O termo Bipolar apresenta dois pólos de humor ou de estados afetivos que alternam-se: a Depressão e seu outro extremo, a Hipomania ou Mania. Este se manifesta com euforia, aceleração, grandiosidade, irritabilidade e agressividade, com alteração também do sono, apetite, concentração e estado geral do humor. O humor varia não apenas entre os dois pólos, mas deve-se avaliar também a velocidade do humor e nos episódios mistos pode haver uma mistura de sintomas dos dois pólos.
O humor normal de uma pessoa deve flutuar entre os diversos estados de alegria, tristeza, ansiedade e raiva, sendo saudável a variação de acordo com a situação, intensidade e duração. Os Bipolares têm períodos mais marcantes e presentes nas fases de depressão e ansiedade.
Os Bipolares tendem a ser pessoas de Temperamento mais Forte, intenso, aventureiro, afetivo ou alternar esses estados com comportamentos mais negativos.
O Transtorno Bipolar é visto como “Espectro Bipolar” e deve ser diagnosticado precisamente, levando-se em conta os aspectos pessoais, sociais e culturais. Também é imprescindível a avaliação de Bipolaridade em todo paciente com um episódio depressivo.
O Perfil Bipolar se enquadra mais em profissões e atividades que exigem exposição pessoal, criatividade, agressividade, inovação, flexibilidade, adaptação a problemas novos e agilidade mental.
As pessoas de temperamento forte têm gosto por desafios, novidades, mudanças, enfrentamentos e riscos.